sexta-feira, 10 de setembro de 2010

O céu conscurpado


O céu sempre atraiu a atenção de todos os homens, em todos os lugares, em todas as épocas.
A exaltação de sua beleza é encontrada nos Livros Sagrados, nos versos dos poetas, na prosa dos escritores, nos poemas dos amadores e nas conversas dos enamorados.
A grandeza surpreendente do Universo, espelhada pela incomensurável beleza do céu, faz-nos ver a maravilhosa realidade em existimos.
E, por incrível que pareça, acredito que o que mais nos fascina não é a força do sol, ou a beleza da Lua, mas sim a luz das estrelas.
Ao elevarmos nosso olhar, deparamo-nos com um verdadeiro espetáculo de luzeiros, dos mais diversos tamanhas, com as mais maravilhosas disposições.
Planetas, estrelas, galáxias... tudo parece caber naqueles pontinhos luminosos, que muitas vezes não são nada mais do que retratos do passado, a ecoar ainda por muitos séculos, por muitos lugares, já que, muitas vezes, são luzes de estrelas mortas há milhares de anos, que ainda chegam a nós, como cartas perdidas pelos séculos...
Infelizmente, o espetáculo ímpar que as estrelas nos oferece perdeu um pouco de sua mágica e de sua poesia.
Sua beleza foi maculada e sua poesia foi prejudicada, desde que um grupo apodereu-se deste símbolo e fê-lo a bandeira da imoralidade: o Partido dos trabalhadores.

Macula-se a poesia prejudica-se a beleza. O céu está conscurpado, por um roubo que lhe fizeram.

Quase não tenho esperanças de reversão dessa situação. O PT vencerá essas eleições, e trará, com mais virulência do que nunca, todos os ideais, todos os projetos, todas os planos que têm, há anos, para a Terra de Santa Cruz; ideais esses devidamente ocultados; espertamente dissimulados.

Poucas dúvidas me restam que a Estrela Vermelha do PT ainda espalhará muita dor por este País.

Nos próximos quatro anos, pulularão projetos contra a vida, contra a liberdade, contra a propriedade.

Preparemo-nos para o "casamento gay"; para o Holocausto Silencioso dos fetos; para a prosmicuidade sexual albergada e propagada pelo Estado; para a dilapidação da propriedade; para a hipertrofia do Executivo...

Infelizmente, essa é a realidade. Os "companheiros" tomaram conta do País, da Terra da Santa Cruz...

Agora, é esperar o Circo começar, e o show de horrores dar início.

Resta-nos agora a esperança... Mas é uma pena que não mais conseguimos vê-la espelhada no céu estrelado...

Um comentário:

  1. Gostei muito da matéria. Agora só falta os adoradores de o ceu fazerem a sua parte.

    ResponderExcluir